0

Nenhum produto no carrinho.

Casa do Pajé

A Casa dos Pajés se origina no desejo do Cacique Raoni e dos pajés da aldeia Metuketire em criar um lugar para celebração de rituais de cura e troca de saberes entre pajés de diferentes povos. A construção tem como objetivo estimular a transmissão dos saberes ancestrais espirituais, fortalecendo e valorizando a cultura do povo Mebengôkrê.

O local escolhido para a implantação foi nas clareiras do quintal (kikré burum) de Raoni. A Wajanga nho kikré, conforme chamam os indígenas, têm formato orgânico que permite se adaptar ao terreno de árvores frutíferas. Sua estrutura é organizada a partir de uma modulação que parte da dimensão das redes de dormir como unidade de medida para a edificação. Seus espaços são divididos em 4; a cura, que é o local destinado aos tratamentos e rituais; a varanda/ cozinha: onde são preparadas as infusões e demais poções medicinais dos pajés; o encontro, que é o espaço de reuniões e troca de conhecimento; e por último o depósito, onde ficam armazenados os materiais audiovisuais produzidos na aldeia.

O sistema construtivo segue o modo de construir Mebengôkrê. São feitos sistema de pilares e vigas no centro e no perímetro, que são conectados por caibros onde a fibra de palmeira encaixa. Algumas melhorias foram propostas para aumentar a durabilidade da construção. O telhado de fibras naturais, sendo o ponto mais delicado da construção, recebeu tratamento de ignifugação e impermeabilização bem como a aplicação de uma manta impermeável entre as camadas de folhas.

A Wajanga nho kikré está em construção na aldeia Metyktire, Terra Indígena Capoto Jarina, às margens do rio Xingu.

Projeto de arquitetura: Estúdio Guanabara
Consultoria de estruturas: Cerne Engenharia
Localização: TI Capoto Jarina – MT
Ano: 2021
Área: 200m²