0

Nenhum produto no carrinho.

Casa de Turismo Kayapó

Essa é a Casa de Turismo, construída este ano na aldeia Kubenkrãkej (TI Kayapó), mais um dos trabalhos que tivemos a alegria de realizar junto ao povo mebêngôkre. A casa faz parte do projeto de Etnoturismo para a aldeia – uma iniciativa da Associação Floresta Protegeida e da AMZ Projects.

Kikré Ajrônj, como é chamada essa casa com telhado curvo de palha estruturado em madeira verde, era construída tradicionalmente pelo povo como abrigos temporários durante longos períodos na mata, mas praticamente não encontramos mais nas aldeias. É nessa construção que os visitantes ficarão hospedados. Projetar as acomodações a partir deste sistema construtivo no contexto do etnoturismo nos pareceu enriquecedor tanto para a experiência dos hóspedes quanto para a valorização de uma antiga tecnologia mebêngôkre.O conjunto de edificações, localizado ao lado da aldeia, conta com 4 dormitórios, banheiros e cozinha. Cada quarto é equipado com duas camas e varanda independente. A cozinha aberta contém varanda para refeições, área de preparo, despensa e uma pequena lavanderia. Já os banheiros contém duas cabines, lavatório e dois chuveiros externos.

Além do estudo inicial de arquitetura para as acomodações, uma parte importante do nosso trabalho foi pensar a dimensão da obra no contexto específico da aldeia, uma vez que estava acordado que a obra se dividiria em duas frentes independentes: um grupo de guerreiros ficaria responsável pela montagem da estrutura tradicional da Kikré Ajrônj, que seria utilizada inicialmente como um redário aberto, e um empreiteiro kuben (não indígena) pela cozinha e banheiros.

Devido à necessidade de ter maior privacidade nos quartos e um melhor acabamento para receber os turistas, foi estratégica a presença de um construtor para fazer a interface entre essas duas frentes e capacitar uma equipe mebêngôkre para executar os fechamentos e acabamentos de todas edificações. O desafio foi aceito pelo Thiago Antonioli do Low Construtores, que encarou um longo período no campo para acompanhar as obras e realizar o trabalho de formação.

Projeto de etno-turismo: AFP e AMZ Projects
Projeto de arquitetura e assessoria técnica:
Estúdio Guanabara
Coordenação de obra e capacitação indígena: Thiago Antonelli e Estúdio Guanabara
Construção: Thiago Antonelli e guerreiros da aldeia Kubenkrãkej